Publicado 31/03/2019 - 10h40 - Atualizado 31/03/2019 - 10h51

Por Francisco Lima Neto/AAN

Cidade é um ótimo refúgio para quem quer curtir um clima mais ameno, aproveitar a exuberante natureza e degustar uma alta gastronomia

Divulgação

Cidade é um ótimo refúgio para quem quer curtir um clima mais ameno, aproveitar a exuberante natureza e degustar uma alta gastronomia

 Até quem nunca esteve em Campos do Jordão, provavelmente, já ouviu falar que a cidade, que fica na Serra da Mantiqueira, é um pedacinho da Suíça no Brasil, e um dos destinos preferidos dos endinheirados durante os meses de Inverno. O que talvez poucos saibam, é que o município oferece boas atrações e diversão o ano inteiro.
A cidade, distante cerca de 250 quilômetros de Campinas, é a mais alta do País, e um ótimo refúgio para quem quer curtir um clima mais ameno, entrar em contato com a natureza, e aproveitar uma ótima gastronomia.
Durante a noite, a região central do município, que tem cerca de 50 mil habitantes, é bastante agitada e oferece diversas opções de restaurantes e lojas. Saindo do Centro, as demais regiões proporcionam um contato íntimo com uma natureza exuberante e muito bem preservada.
A equipe do Correio curtiu alguns dias na cidade e traz algumas dicas de como aproveitar Campos do Jordão fora da alta temporada.
O repórter viajou a convite da Cozinha da Montanha e Travel for Life
DONA CHICA RESTAURANTE — Um ponto que não pode faltar no roteiro é o Dona Chica Restaurante, que fica dentro do Parque Estadual de Campos do Jordão. O parque, criado em 1941, possui uma área de 8.341 hectares e ocupa um terço da superfície do município da região serrana do Estado. O local abriga área remanescente da Mata Atlântica, num mosaico composto pela mata de Araucária e Podocarpus, dos Campos de Altitude e de Mata Nebular. Estes ambientes contam com uma riquíssima fauna, com mais de 186 espécies de aves catalogadas e animais ameaçados de extinção, como a onça-parda, a jaguatirica e o papagaio-de-peito-roxo. É em meio a esse cenário que está localizado o restaurante, que dispensa itens industrializados e privilegia produtos locais. O restaurante foca na gastronomia de resgate, valorizando a simplicidade e exaltando os sabores. O cardápio oferece opções para os mais variados paladares, inclusive vegetarianos e veganos. Um dos destaques do restaurante são as plantas comestíveis não convencionais (Panc). Uma experiência marcante é ter o chef Anderson Oliveira (foto) cozinhando exclusivamente na mesa. Não dá para ir embora sem comer o arroz de porco e o brigadeiro de capim-santo com sorvete. Uma dica é não usar aplicativos de localização para chegar ao restaurante. A equipe fez isso e passou mais de duas horas perdida e atolada em uma estrada de terra. Acredite, siga as placas. É melhor e mais fácil.
RESTAURANTE VILLA GOURMET — O Restaurante Villa Gourmet fica no centrinho de Campos do Jordão, em uma localização privilegiada. O estabelecimento é especializado na gastronomia contemporânea, com toques regionais. Além disso, tem um ambiente charmoso, aconchegante e é uma ótima opção para um jantar romântico.
Uma dica é saborear o fondue ou o bacalhau. O vinho da casa é uma ótima pedida e o atendimento é primoroso.
FRONTENAC GASTRONOMIA — Outro ponto de alta gastronomia na cidade é o Hotel Frontenac, que apresenta uma cozinha com técnica francesa que procura evidenciar os ingredientes da montanha, com produtos regionais. O Hotel tem ainda uma premiada carta de vinhos. O Hotel fica numa localização estratégica, apenas a duas ruas de distância do agitado centro. Além disso, o restaurante é aberto para os não hóspedes.
LA GÁLIA RESTAURANTE — No roteiro de Campos do Jordão não pode faltar uma visita ao La Gália Restaurante, que é especializado em carnes exóticas, como faisão, avestruz e javali, além dos já tradicionais fondue e grelhados. Vale a pena sair do tradicional e experimentar o diferente. Uma refeição nesse restaurante é a garantia de uma experiência excitante.
CARAS DE MALTE CERVEJARIA — Campos do Jordão conta com a microcervejaria Caras de Malte, que fica no bairro Descansópolis. É possível fazer um tour pelo estabelecimento e conhecer todo o processo de fabricação da cerveja, sendo guiado de perto por um mestre cervejeiro e ainda poder conhecer os diferentes tipos de ingredientes que dão corpo e saborores variados à bebida. Para quem é amante da cerveja, essa é uma vivência indispensável. Mesmo para quem não é muito fã da bebida fermentada a experiência é bem rica.
ICELAND — No centro da cidade é possível ter uma experiência congelante, no Iceland, um bar totalmente feito de gelo. As paredes, balcão, bancos, sofás, tudo é feito de gelo. O ambiente fica numa média de temperatura entre 15 a 25 graus negativos. Lá dentro é possível tomar drinks em copos, adivinhem, feitos de gelo. O local comporta 20 pessoas, que podem ficar no máximo 20 minutos nessa experiência.
NA SERRA, UM TEST DRIVE INESQUECÍVEL COM O MERCEDES GLA 200FF NIGHT — A Mercedes GLA 200 ff Night traz atualizações que dão ainda mais dinamismo à parte frontal do carro. O apelo é esportivo e provocante, mostrando que o veículo se destina a grandes aventuras. E maior aventura que testar o modelo nas serras de Campos do Jordão não há. O veículo demonstra grande estabilidade e arrancada fenomenal. É quase impossível conter o desejo de sair sem rumo pelas estradas, tamanho é o prazer de usufruir todos os recursos desse top de linha que, entre os itens de série, conta com:

• Computador de bordo

• Conectividade Bluetooth para celular e players de mídia

• Freio de estacionamento elétrico

• Freios adaptive brake (ABR):

• Controle eletrônico de estabilidade (ESP), Distribuição eletrônica de força de frenagem (EBD)

• Sistema antibloqueio dos freios (ABS)

• Controle de tração na aceleração (ASR)

• Tração eletrônica independente em cada roda (ETS)

• Assistente de freio (BAS)

• Assistente de partida na subida (HSA)
PARQUE TARUNDU — A cidade também é um refúgio para quem gosta de aventuras. O Tarundu, instalado numa área de natureza exuberante, abre todos os dias, com chuva ou sol, e oferece mais de 30 atividades de lazer. Tarundu, significa estado de graça, e é justamente assim que o visitante se sente lá. O parque tem voo de balão, tirolesa de 60 metros, passeio a cavalo, boia cross, tubo insano, tiro ao alvo, patinação no gelo, arco e flecha e um monte de atividades para a família toda.
RESTAURANTE PENNACCHI— O charmoso restaurante fica dentro do Hotel Toriba e leva o nome do importante artista que executou encantadores afrescos em vários ambientes do hotel. O restaurante é uma verdadeira obra de arte, tanto pelas paredes, quanto pelo cardápio. Uma dica é experimentar o Magret de Canard ao molho de laranja com risoto de damasco. De sobremesa uma boa pedida é a torta de chocolate com nutela, decorado com um macarron que desmancha na boca. O restaurante ainda conta com o “Toriba Musical”, com apresentação de piano e cantores líricos. Aliás, o hotel é de deixar qualquer um deslumbrado, já que além da qualidade dos serviços e atendimento, que agrada até os mais exigentes, fica em uma área coberta por araucárias e hortências. Os quartos têm vista de tirar o fôlego, sendo perfeitos para admirar o nascer ou o pôr do sol. O hotel tem atividades variadas, como caminhadas e trilha. Mas é impossível em embora sem experimentar uma massagem relaxante no Spa Toriba by L’Occitane. Ideal para quem quer relaxar e ser muito bem cuidado por cerca de uma hora.
FAZENDINHA TORIBA — Um ponto de encantamento para crianças e adultos é a Fazendinha Toriba, que fica ao lado do hotel. O local tem uma área de 300 mil m² de lindos bosques com vegetação nativa, lago, horta orgânica, quiosque para lanches, mesas para piquenique, trilha das quatro nascentes e com animais domésticos que podem ser tocados e alimentados: galinhas, patos, gansos, marrecos, ovelhas, vaquinha, javalis, coelhos, cabras, porquinhos-da-índia, entre outros. As crianças adoram entrar na casinha dos coelhos, segurá-los no colo e alimentá-los.

Escrito por:

Francisco Lima Neto/AAN