Publicado 14/04/2019 - 14h21 - Atualizado 14/04/2019 - 14h22

Por Paulo Santana

Jorginho caminha ao lado do volante Edson durante treino da Ponte Preta: treinador não revelou a escalação dos 11 que entram em campo

Denny Cesare/AAN

Jorginho caminha ao lado do volante Edson durante treino da Ponte Preta: treinador não revelou a escalação dos 11 que entram em campo

Por ter feito melhor campanha em todo Campeonato Paulista, o Red Bull jogará como mandante contra a Ponte Preta, amanhã, às 20h, no Estádio Moisés Lucarelli, pela final do Troféu do Interior. Situação inédita na história do Majestoso, que tem mais de 70 anos e foi construído pelos próprios torcedores alvinegros.
O jogo também marca o fim da passagem do Toro Loko por Campinas, que oficialmente mudará de casa a partir deste jogo e terá sua nova sede em Bragança Paulista. A decisão vale R$ 360 mil e uma vaga na Copa do Brasil.
Os clubes não se enfrentaram na primeira fase, já que estavam no mesmo Grupo A. Na oportunidade, o Red Bull terminou com a melhor campanha geral, com 27 pontos, enquanto o time alvinegro encerrou a primeira parte com 19, na sexta melhor colocação.
Além de pensar no título, que pode amenizar a eliminação na Copa do Brasil, o técnico Jorginho faz planos para a Série B sabendo que poderá perder jogadores por conta do assédio de outros clubes. “Podemos perder, sim, jogadores importantes.
Estamos atentos à situação financeira do clube. Com isso, a saída de um ou outro jogador vai ser necessária por necessidade econômica e até para a chegada de jogadores mais baratos”, comentou, durante a entrevista de sexta-feira
Desde a eliminação na primeira fase do Paulista a Ponte vem passando por reformulação em seu elenco. Dois jogadores deixaram o grupo e três foram contratados recentemente.
Pouco utilizados, os atacantes Dudu e Marlyson foram liberados durante a semana que passou. Já o meia Alex Maranhão e os atacantes Facundo Batista e Renato Kayzer se juntaram ao elenco. Facundo, porém, foi convocado para disputar o Mundial Sub-20 pela seleção do Uruguai.
Em meio a esse entra e sai, a Ponte Preta se preparou para a final sem revelar a formação titular. A definição do time aconteceu em treino fechado ontem e Jorginho garante que já tem a escalação na mente. Porém, optou por não revelar. É bem possível que faça uma mescla de titulares com reservas.
Sub-23
A Macaca decidiu participar da Copa Paulista deste ano. Ficou no Grupo 4, ao lado do São Caetano, Água Santa, Santo André, São Bernardo e Grêmio Osasco. Jogará com o elenco sub-23, que é formado por “promessas” e atletas que “estouraram” a idade sub-20.

Escrito por:

Paulo Santana