Publicado 13/05/2019 - 15h11 - Atualizado 16/05/2019 - 16h16

Por Diego Cunha

Projeto leva debates sobre temas científicos e sociais para espaços o habitat natural dos boêmios

Shutterstock

Projeto leva debates sobre temas científicos e sociais para espaços o habitat natural dos boêmios

Salas de reuniões de mobiliário sóbrio, auditórios lotados com palestrantes em terno e gravata e laboratórios rodeados de equipamentos de pesquisa não são mais exclusivos de eventos de cunho científico e tecnológico. Com a proposta de romper essas fronteiras e descontrair os debates, o festival de ciência Pint of Science vem pela quarta vez a Campinas com sua proposta diferenciada: transformar os bares em um novo espaço para a discussão de grandes temas de pesquisa científica e social. A iniciativa de levar os cientistas para o habitat natural dos boêmios surgiu na Inglaterra em 2012, e este ano ocorre em 24 países. No Brasil, 87 cidades sediam o evento.
Ser vinculada a uma universidade é um dos princípios para a escolha das cidades-sede. Assim, a Unicamp habilita Campinas. No entanto, segundo Luiz Carlos Dias, coordenador do evento na cidade, e professor do Instituto de Química da Unicamp, o objetivo do projeto é ir além das universidades e trazer, para quem estiver interessado, temas de relevância mundial: “Queremos discutir não só ciência mas também sobre a humanidade, e sem aqueles jargões científicos podemos ter um alcance muito maior”. E completa: “É chegar até pessoas que não possuem acesso a esse tipo de informação”. Por esse motivo, inclusive, a novidade de 2019 é a escolha da periferia como uma das sedes do evento. Apesar de não ser um bar, a Casa de Cultura Fazenda Roseira, no Residencial Parque da Fazenda, é a privilegiada, e garante um dos ideais do Pint of Science: a preocupação com o ser humano. Nesse sentido, a programação aborda, por exemplo, a questão indígena. Uma rica identidade em extinção e tão pouco discutida no âmbito nacional. Os transgêneros e a cultura afro também aparecem como pauta e reforçam o desejo de inclusão.
 
Nos outros quatro estabelecimentos selecionados, além das apresentações dos palestrantes convidados, o evento promoverá também, entre um gole e um petisco, um debate de ideias descontraído sobre temas científicos. A partir de perguntas do púbico presente, a engenharia genética, as políticas públicas, a evolução do universo e outros temas, serão colocados em discussão. E é claro, sem perder a credibilidade.
Em sua quarta edição na cidade, o Pint of Science ocorrerá entre os dias 20 e 22 de maio prometendo literalmente “doses de ciência” (pint, em inglês, se refere a uma típica medida inglesa para medir o volume dos copos de cerveja).
Programação
Da Vinci- Bar e Restaurante
Segunda-feira (20/05)/ 19:30:
 
Toxicologia e Química Forense na Era pós-CSI
José Luiz Costa-FCF/Uncicamp
 
Ciências Forenses: Novos Psicoativos, Velhas Políticas Públicas
Silvia de Oliveira Santos Cazenave – PUC-Campinas
Terça-feira (21/05)/ 19:30:
 
CRISPR/Cas9: A Nova Era da Engenharia Genética
Ângela Saito- CNPEM
Quem é Ser Humano? Determinações Biológicas e Culturais
Ana Arnt – IB/Unicamp
Quarta-feira (22/05)/ 19:30:
 
Os Becos Sem-Saída da Evolução
Mathias M. Pires- IB/Unicamp
Darwin sem Frescura (Livro)
Pirula – Canal do Pirula
 
Lado B- Cerveja Comida e Afins
Segunda-feira (20/05)/ 19:30:
 
Políticas Públicas Baseadas em Evidências
Natalia Pasternak Taschner- Inst. Questão de Ciência
Os Perigos dos Medicamentos Desprovidos de “Aval” da Ciência
Silvia Brandalise- Centro Infantil Boldrini
Só a Ciência Salva. Da Vergonha
Peter Schulz- FCA/Unicamp
Terça-feira (21/05)/ 19:30:
Línguas Indígenas em Extinção na América do Sul
Maria Filomena Spatti Sandalo-IEL/Unicamp
Impressões sobre o Ingresso na Universidade
Coletivo dos indígenas estudantes da Unicamp
Preservação das Línguas Indígenas
Carolina Maria Rodríguez Zucolillo-IEL/Unicamp
 
Quarta-feira (22/05)/ 19:30:
Cobertura da Imprensa em Mariana e Brumadinho
Adriana Menezes-LABJOR/Unicamp
Mineração e Desastres Ambientais no Brasil
Jefferson Picanço-IG/Unicamp
Botequim de Barão- Bar e Hamburgueria
Segunda-feira (20/05)/ 19:30:
A História da Evolução do Universo nos Últimos 14 bilhões de Anos
Flavia Sobreira- IFGW/Unicamp
Os Átomos no Universo: Somos Todos Extraterrestres?
Carla Dobrigkeit Chinellato-IFGW/Unicamp
Terça-feira (21/05)/ 19:30:
Ensino de Jogos Além do Óbvio
Felipe Orsini Martinelli-UNIMETROCAMP WYDEN
Jogos Digitais para Além do Entretenimento
Marcelo de Freitas Rigon-ILEX Games
 
Quarta-feira (22/05)/ 19:30:
 
Gênero e Transgeneridades
Regina Facchini-PAGU/Unicamp
Identidade de Genêro e Transfeminismo
Beatriz Pagliarini Bagagli- PAGU/Unicamp
Casa de Cultura Fazenda Roseira
Quarta-feira (22/05)/ 19:30:
 
Gênero e Previdência Social
Joana Mostafa- IPEA Doutorando IE/Unicamp
A Construção da Identidade Social a Partir do Bexiga, um Bairro Afro-Italiano
Márcio Sampaio de Castro-FACAMP
 
Maria Bonjour Bar
Segunda-feira (20/05)/ 19:30:
 
Perdidos no Espaço por um Mundo Pós-Urbano
Josiane Cerasoli-IFCH/Unicamp
Das Muitas Violências de Que se Faz Uma Cidade
Taniele Rui- IFCH/Unicamp
 
Terça-feira (21/05)/ 19:30:
 
A Ciência dos Psicodélicos
Luiz Fernando Tófoli-FCM/Unicamp
A Ciência da Canabis
Vinicius Barbosa-LEIPSI/Unicamp
Quarta-feira (22/05)/ 19:30:
Veículos Elétricos no Brasil
Flavia Luciane Consoni de Mello-IG/Unicamp
A Oportunidade Brasileira: Veículos Elétricos Movidos a Etanol
Maria Carolina de Grassi Barros-IB/Unicamp

Escrito por:

Diego Cunha