Publicado 09/10/2019 - 07h40 - Atualizado 09/10/2019 - 07h40

Por Gilson Rei

As longas filas foram um dos problemas enfrentados pelos eleitores

Divulgação

As longas filas foram um dos problemas enfrentados pelos eleitores

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) divulgou oficialmente ontem a lista dos 25 conselheiros titulares eleitos em Campinas para o Conselho Tutelar. O órgão do sistema de garantia dos Direitos informou também que recebeu duas denúncias de irregularidades relativas a transporte de eleitores e que estas acusações serão avaliadas.
Carlos Renê Fernandes de Oliveira, diretor executivo do CMDCA e coordenador da eleição, disse que as denúncias deverão ser investigadas e, caso haja prova, o órgão poderá aplicar punições previstas a candidatos e até suspender a eleição, caso haja comprovações pertinentes. “O Ministério Público poderá também apresentar outras denúncias, porém, as punições e suspensões somente poderão ocorrer caso as provas sejam apresentadas”, comentou Oliveira.
A renovação no Conselho Tutelar foi baixa, pois oito dos 25 eleitos conseguiram se reeleger para ficar mais quatro anos. Os eleitos serão diplomados no dia 22 de outubro e a posse será no dia 10 de janeiro do ano que vem.
A eleição de domingo passado contou com mais de 13,8 mil eleitores, um número 108% superior aos 6,7 mil eleitores que votaram na eleição anterior, realizada em 2015. Oliveira disse que este contingente superou as expectativas e, por isso, ocorreram filas e houve desconforto para os eleitores. “Na eleição de 2015 foram cinco locais de votação e neste ano aumentou para sete locais, mesmo assim a procura pelas urnas foram muito acima do esperado”, afirmou.
Entre os 54 candidatos disponíveis, a população elegeu 25 conselheiros titulares e 25 suplentes. Apenas os titulares exercem as funções de conselheiro e são substituídos por um suplente somente quando o titular for desligado e o cargo ficar vago. O salário de cada conselheiro é de R$ 6.088,25.
Cabe ao conselheiro tutelar o atendimento às crianças, adolescentes e suas famílias, recebendo denúncias e aplicando as medidas de proteção, sempre que os direitos reconhecidos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) forem ameaçados e violados.
OS ELEITOS
Luciana Luiz Alencar
Quezia Feliciano N. Rodrigues
Rosana Célia Rosa Soares
Patrícia Curi Gimeno
Fábio Cunha Rizza de Oliveira
Rosângela Felipe Barbosa Silva
Ennio Flavio Soares Lima
Claudia Regina Gozzi
Moisés Sesion da Costa
Débora de Andrade Palermo
Maria Stella Miranda Rodrigues
Luiz André da Silva Neto
Nara Cristina Zamian
Laysa Suéllen Coelho Campos
Airton Pereira Junior
Ariana Paula Freitas Orlando
Eliana Maria Cantos
Eulin Mark Arlindo
Rafael Soares Pimental Alberto
Natan Cyrino Volpini
Olivia Ornelas Luiz
Analia Esthf Lauras
Daiana Lais Felipe da Silva
Silvana Cristina Bernardo
Flavia Valéria Olivatti Ribeiro

Escrito por:

Gilson Rei