Publicado 01/12/2019 - 10h47 - Atualizado // - h

Por Carlos Rodrigues/AAN

Matheus Biachi aproveitou um contra-ataque para marcar o segundo gol do Londrina e definir a partida de ontem no Estádio do Café

Isaac Fontana/EC

Matheus Biachi aproveitou um contra-ataque para marcar o segundo gol do Londrina e definir a partida de ontem no Estádio do Café

O Guarani fechou a temporada 2019 com derrota. Na última rodada da Série B do Brasileiro, o Bugre empilhou chances desperdiçadas e perdeu para o rebaixado Londrina por 2 a 0, ontem, no Estádio do Café. Com o resultado, a equipe termina o campeonato na 13ª posição, com 44 pontos, sem conseguir superar a rival Ponte Preta. Agora, o elenco entra de férias e a expectativa é por uma reformulação profunda para o ano que vem. A reapresentação acontece no início de janeiro e o primeiro compromisso oficial será o Campeonato Paulista, com estreia no dia 22 ou 23 contra a Internacional, em Limeira.
Sem maiores pretensões e com dois times bastante alternativos, Londrina e Guarani fizeram um começo de jogo morno. O ritmo era lento até o Guarani fazer o duelo engrenar. A primeira boa chance veio aos 18'. Lucas Crispim fez jogada pelo lado esquerdo e cruzou para Diego Cardoso. O atacante desviou errado e a bola ainda tocou em Bady antes de ficar com o goleiro. Dois minutos depois, Bidu levou ao fundo e fez passe na medida, mas Diego Cardoso chegou atrasado, finalizou para fora e desperdiçou chance incrível.
Bem à vontade em campo, o Guarani parecia ter a partida controlada, mas quando vacilou, aos 37', pagou caro. Ainda no meio-campo, Léo Passos evitou a marcação de Marcelo, ganhou a dividida com Pedro Moraes e ficou com campo livre para arrancar em liberdade e, da entrada da área, bateu cruzado de perna esquerda para fazer 1 a 0.
O Bugre tentou responder e poderia ter ido para o intervalo com o empate, mas aí parou no goleiro. Aos 40', Bady arriscou de fora da área e Matheus Albino voou no ângulo direito para fazer grande defesa. Logo depois, Bidu fez linda jogada e deixou Diego Cardoso na cara do gol. O atacante ainda teve tempo para dominar, mas parou no reflexo do camisa 1 do Londrina, que salvou de novo.
O volume ofensivo do Guarani continuou na etapa final, mas a falta de capricho nas finalizações também acompanhou a equipe. Aos 6', Lucas Crispim tentou e parou em defesa de Matheus Albino. O goleiro dos donos da casa continuou sendo o protagonista evitando o empate em outras chances do Bugre. Aos 18', Bidu cobrou falta direto para o gol e o camisa 1 espalmou.
Só dava Guarani, mas assim como aconteceu no primeiro tempo, uma bobeada defensiva foi fatal. Aos 31', Marcelo cochilou no meio-campo, Bruno Silva levou a pior na dividida e Paulinho Moccelin serviu Matheus Bianqui. O meia carregou, invadiu a área e bateu cruzado para fazer 2 a 0.
O Bugre ainda tentou descontar, mas não era dia de a bola entrar. Em um espaço de dois minutos, criou as últimas chances. Primeiro com Renanzinho, que bateu por cima do gol e depois na cabeçada de Bady, detida mais uma vez por Matheus Albino.

Escrito por:

Carlos Rodrigues/AAN