Publicado 12/01/2020 - 14h04 - Atualizado 12/01/2020 - 14h05

Por Da Agência Anhanguera de Notícias

Charlize Theron, Nicole Kidman e Margot Robbie estrelam O Escândalo, baseado em fatos reais sobre assédio

Divulgação

Charlize Theron, Nicole Kidman e Margot Robbie estrelam O Escândalo, baseado em fatos reais sobre assédio

A Paris Filmes inicia 2020 celebrando a conquista de Renée Zellweger com o prêmio de melhor atriz na categoria Drama na 77ª edição do Globo de Ouro, por viver Judy Garland, em Judy, que chega aos cinemas brasileiros em 30 de janeiro. A distribuidora também comemora o sucesso de bilheteria de 2019, reeditando parcerias com estúdios e distribuidores, como a Lionsgate e a carioca Downtown Filmes.
No último ano, por meio de lançamentos como Nada a Perder 2, Turma da Mônica – Laços, Patrulha Canina, John Wick 3: Parabellum, A Cinco Passos de Você, De Pernas pro Ar 3, Parças 2 e também Minha Vida Em Marte, em distribuição conjunta com a Downtown, as empresas alcançaram a terceira posição do Market Share nacional, à frente de distribuidoras estrangeiras, com 23,8 milhões de ingressos vendidos.
De acordo com Marcio Fraccaroli, CEO da Paris Filmes, a projeção é de um cenário otimista e confiante para 2020. “A Paris vê oportunidades de crescimento neste ano e manterá investimentos em produções nacionais, além de continuar em busca de conteúdos diversificados, para ofertar ao espectador brasileiro diferentes filmografias”, afirma.
Para 2020, a distribuidora reafirma o compromisso de oferecer filmes de todos os gêneros e para diferentes idades. “Assertividade e inovação estão no DNA da Paris Filmes. Juntos, os esforços serão refletidos nas campanhas de lançamento, para oferecer a melhor experiência ao espectador, além de resultados expressivos nas bilheterias dos cinemas, que favorecerão todo mercado”, afirma Vitória Durazzo, gerente de Marketing da Paris Filmes.
Entre os destaques para o ano estão O Escândalo (Bombshell), drama baseado em história real sobre assédio estrelado por Charlize Theron, Nicole Kidman e Margot Robbie. Dirigido por Jay Roach (de Austin Powers) e com roteiro de Charles Randolph (vencedor do Oscar® pelo roteiro de A Grande Aposta), o longa encerrou a última edição do Festival do Rio e ganhou sessões antecipadas a partir de 9 de janeiro. A estreia em grande circuito está agendada para dia 16. O drama é baseado na história real da queda de Roger Ailes, ex editor-chefe da Fox News. Houve várias denúncias de assédio sexual contra ele e, apesar da seriedade das acusações, foi o executivo quem se demitiu da empresa, em 2016.
Judy retrata a última turnê da cantora Judy Garland, e é interpretada por Renée Zellweger - vencedora do Globo de Ouro na categoria de melhor atriz de filme de drama. A produção chega aos cinemas dia 30 de janeiro. Em fevereiro, dia 27, Frankie, uma coprodução entre França e Portugal, protagonizada por Isabella Ruppert ganha as telonas. Além de Cannes, o longa integrou a programação da 43ª Mostra Internacional de Cinema e do Festival do Rio.
A Jornada (Proxima) promete muita comoção nos cinemas. Com estreia nacional agendada para 19 de março, a produção protagonizada por Eva Green retrata a trajetória da astronauta Sarah (Eva Green). Ela é a única mulher no árduo programa de treinamento espacial. Quando Sarah é escolhida para se juntar à tripulação numa missão espacial chamada Proxima, o convite desestabiliza sua família.
Dia 16 de abril, O Jardim Secreto, dirigido por Marc Munden, promete uma produção exuberante. Com uma narrativa inspirada no best-seller homônimo publicado em 1911 pela escritora e dramaturga inglesa Frances Hodgson Burnett, e dos mesmos criadores de Harry Potter, o longa é estrelado pelo vencedor do Oscar® Colin Firth, a indicada ao Oscar® Julie Walters, além de Maeve Dermody e Dixie Egerickx. Em 23 de abril estreia Depois a Louca Sou Eu, estrelado por Débora Falabella, dirigido por Julia Rezende (de De Pernas Pro Ar 3 e a franquia Meu Passado Me Condena) e baseado no livro homônimo da autora Tati Bernardi.
Para a crianças, a animação A Fábrica de Sonhos chega aos cinemas dia 7 de maio e apresenta o universo lúdico dos sonhos. Próximo às férias escolares, em 11 de junho, o diretor Halder Gomes leva às telonas sua mais nova e divertida comédia: Cabras da Peste, estrelada por Matheus Nachtergaele e Edmilson Filho. Ainda em junho, dia 25, é a vez de Detetives do Prédio Azul 3 - Uma Aventura no Fim do Mundo conquistar novamente as famílias e o público infantil, depois de levar 2,5 milhões de espectadores aos cinemas. Com participações especiais de Lázaro Ramos, Alinne Moraes e Klara Castanho, a aventura apresenta um novo mistério a ser desvendado pelos detetives mais amados do Brasil, em Ushuaia, na Argentina. 
Indicações da Peixe Urbano
Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa (06/02) - O primeiro filme baseado em quadrinhos do ano será voltado para a vilã Arlequina (Margot Robbie), que ganhou destaque no Esquadrão Suicida (2016). Desta vez, ela estará livre do relacionamento abusivo do Coringa e apoiará um grupo inusitado de heroínas: Canário Negro (Jurnee Smollett), Caçadora (Mary Elizabeth Winstead), Cassandra Cain e a policial Renée Montoya (Rosie Perez). Juntas, elas vão defender Gothan de um vilão, que promete destruir a cidade.
Mulan (26/03) - Diferentemente das últimas produções, o novo Live Action da Disney não é tão fiel à animação, atendo-se mais às histórias e cultura chinesa, sem perder a magia característica do estúdio. O visual menos cômico e mais dramático dos trailers geram uma expectativa de poder feminino e muita ação no filme, que já é um dos mais aguardados do próximo ano.
X-Men: Os Novos Mutantes (02/04) - Depois da compra da Fox pela Disney e o reboot de toda a saga X-Men, o longa que estava para estrear chegou a quase ser cancelado pela produtora. Até agora ainda há especulações sobre a história, se ela será vinculada aos X-Men que não existem mais, como originalmente, ou se serão incluídos no Universo Cinematográfico da Marvel. A trama se passa dentro de uma instalação secreta que faz experimentos nos mutantes, acompanhando cinco jovens que estão sendo mantidos lá dentro.
Viúva Negra (30/04) - O trailer da nova produção da Marvel foi divulgado essa semana, para a alegria dos fãs. Por enquanto, o que se sabe da história é que ela ocorre logo depois dos acontecimentos de Capitão América: Guerra Civil (2016), quando Natasha Romanoff vai se refugiar com Steve Rogers, o Capitão América. Além disso, contará com vários flashbacks com a história da heroína. O longa também terá a participação de Robert Downey Jr., que estará de volta como Tony Stark.
Mulher-Maravilha 1984 (04/06) - O ano de 2020 será das mulheres guerreiras, finalizando a sequência de filmes de heróis com protagonistas femininas fortes, como a amada Mulher Maravilha de Gal Gadot. Nessa trama, Diana está nos anos 80 e com uma nova armadura e inimigos, como a Mulher-Leopardo (Kristen Wiig).

Escrito por:

Da Agência Anhanguera de Notícias