Publicado 25/01/2020 - 14h47 - Atualizado 25/01/2020 - 14h49

Por Da Agência Anhanguera

Borboletário da Mata de Santa Genebra: Chance de ver os coloridos insetos em seu ambiente natural

Carlos Bassan/Divulgação

Borboletário da Mata de Santa Genebra: Chance de ver os coloridos insetos em seu ambiente natural

Férias em contato com flores e natureza. É o que um passeio pelo Borboletário da Mata de Santa Genebra, no distrito de Barão Geraldo, oferece como opção de férias longe de shoppings e espaços fechados. As visitas podem ser feitas de segunda à sexta-feira, das 9h às 16h e não é preciso agendamento ou inscrição prévia.
Na Mata de Santa Genebra já foram identificadas em torno de 700 espécies de borboletas. Dessas, a Fundação José Pedro de Oliveira, administradora do espaço verde, tem autorização para criar em cativeiro, ou seja, no Borboletário, 42 tipos do inseto.
Quem visita o Borboletário, além de ver os pequenos e coloridos insetos em seu ambiente natural, com cores e tamanhos diferentes, têm uma aula sobre o ciclo de vida e curiosidades sobre as borboletas. Para os mais sortudos, o contato é maior: algumas borboletas pousam no corpo dos participantes, fazendo a alegria de crianças e adultos. Já que, segundo a lenda, isso dá sorte.
“As borboletas desempenham um papel fundamental no ecossistema, pois são alimento de uma grande variedade de animais, desde outros insetos até mamíferos e aves. Elas também funcionam como indicadores biológicos, pois são muito sensíveis às alterações ambientais. Se aumentam muito ou diminuem muito é sinal de que algo não está bem, como temperaturas fora do normal, umidade baixa, muito ou pouca quantidade de chuvas e poluição”, explica o biólogo Thomaz Barrella. As borboletas também integram o importante grupo dos polinizadores, insetos que transportam os grãos de pólen e ajudam no processo reprodutivo das plantas. Pela polinização ocorre a formação de frutos e sementes que irão gerar novas espécies.
Barrella lembra, ainda, que há algumas lendas sobre as borboletas, como a que o pó de suas asas causa cegueira. “Isso não procede. O pó das asas das borboletas são apenas pequenas escamas que recobrem a asa do animal, e que, como qualquer outra poeira, pode até irritar os olhos, mas não possui nenhuma propriedade tóxica ou venenosa”, comenta.
Outra curiosidade é com relação à cor de algumas borboletas. Segundo o biólogo, as borboletas que apresentam tonalidade azul não possuem nenhum pigmento dessa cor. “A estrutura das escamas que recobrem as asas é que fraciona a luz e faz com que as pessoas as vejam azuis.”
O viveiro onde as espécies ficam foi planejado para dar condições de alimentação e reprodução para as borboletas. Além dos diferentes tipos de plantas, no local também há potinhos com pedaços de frutas e outros alimentos que são ofertados a elas.
No mundo existem mais de 150 mil espécies de borboletas. Esses belos insetos não vivem muito tempo, alguns apenas algumas horas, outros dias e os mais fortes até alguns meses.
Mata de Santa Genebra
Localizada no Distrito de Barão Geraldo, em Campinas, a Unidade de Conservação Arie Mata de Santa Genebra é o maior remanescente de Mata Atlântica da Região Metropolitana de Campinas e uma das maiores florestas urbanas do País.
A reserva ecológica tem 251,7 hectares (medida de área equivalente a 10 mil m²) de Mata Atlântica, totalizando um perímetro de 9 quilômetros. É uma Unidade de Conservação Federal com grande diversidade de fauna e flora nativa. São cerca de 600 espécies de plantas e 337 espécies de animais, sendo 227 aves, 51 mamíferos, 33 répteis, 21 anfíbios e cinco peixes.
A Mata é administrada pela Fundação José Pedro de Oliveira, uma autarquia municipal, que desenvolve diversas linhas de pesquisa com o objetivo de registrar as espécies presentes e preservar a área. Também é usada por pesquisadores de diversas regiões como fonte de estudo.
No local são realizadas diversas atividades voltadas para a população, com o objetivo de aproximar a comunidade da floresta, sempre com foco na preservação. Entre as atividades realizadas estão a Visita Monitorada (para a comunidade e escolas); o programa A Mata Vai; o Ecoférias na Mata; o projeto Fotografia da Natureza na Mata; o Construtores de Florestas; o #vemborboletar; o programa de voluntariado; além da Feirata – a Feira da Mata e a Corrida Ecológica Mata de Santa Genebra.
Serviço
A Mata de Santa Genebra fica na Rua Mata Atlântica, 447, bairro Bosque de Barão, em Barão Geraldo. Mais informações sobre as ações da Fundação José Pedro de Oliveira podem ser obtidas no site http://www.fjposantagenebra.sp.gov.br ou pelo e-mail contato.fundacao@fjposantagenebra.sp.gov.br.

Escrito por:

Da Agência Anhanguera