Publicado 25/01/2020 - 13h03 - Atualizado 25/01/2020 - 13h03

Por Carlos Rodrigues

Romércio estreou com gol e está ansioso para jogar com apoio da torcida

David Oliveira/Guarani FC

Romércio estreou com gol e está ansioso para jogar com apoio da torcida

Depois de uma ótima impressão na estreia, o Guarani se prepara para um teste de fogo em seu primeiro compromisso em casa pelo Campeonato Paulista. O Bugre enfrenta o Santos, na segunda-feira, animado após os 4 a 0 sobre a Inter de Limeira. E a atuação da quarta-feira pode fazer com que o adversário veja a equipe alviverde com outros olhos. Pelo menos é assim que pensa Romércio. Para o zagueiro, que estreou com gol, o Peixe deve vir a Campinas atento com as qualidades bugrinas.
Na primeira rodada, as duas equipes tiveram resultados diferentes. Enquanto o Guarani sobrou mesmo atuando fora de casa, o Santos sofreu para empatar com o Red Bull Bragantino na Vila Belmiro. Em que pese a diferença de qualidade dos rivais, a expectativa é de um jogo equilibrado e, por isso, o mando de campo pode ser um diferencial.
"Trabalhamos firme nas semanas de preparação, chegamos lá no primeiro jogo e aplicamos bem o que foi pedido. Acredito sim que o Santos vai olhar para gente de um jeito diferente, principalmente por estarmos dentro de casa. Vim duas vezes ao Brinco com o Coritiba e é difícil jogar aqui. Temos que fazer prevalecer o fator casa, mas com pés no chão porque não ganhamos nada ainda. Temos que trabalhar para fazer outra grande partida", destaca Romércio. "Estou muito ansioso por essa estreia em casa e para ver o apoio do torcedor".
O zagueiro comentou ter acompanhado a estreia do Santos e, pelo que conseguiu observar, acredita em um estilo de jogo parecido das duas equipes. "Dei uma olhada na reprise da partida. O Santos é uma equipe que gosta de ficar com a bola e propor o jogo. Acredito que será uma grande partida, de duas equipes que gostam de jogar".
O técnico Thiago Carpini terá mais duas sessões de treino para definir a equipe, mas tudo indica que o time titular será o mesmo que iniciou a partida em Limeira. Como o lateral-esquerdo Thallyson teve uma lesão de grau 2 no músculo posterior da coxa, Bidu, autor de duas assistências na estreia, ganhará uma sequência na equipe. O treinador também tem à disposição o volante Igor Henrique, recuperado de um problema físico, assim como o lateral-direito Cristovam, que teve a documentação regularizada.

Escrito por:

Carlos Rodrigues