Publicado 25/03/2020 - 06h00 - Atualizado 24/03/2020 - 14h06

Por Do Correio

Recapeamento na praça Kennedy

Reprodução

Recapeamento na praça Kennedy

ASFALTO TAMBÉM É META DO PREFEITO QUÉRCIA
É certo que o prefeito Orestes Quércia tem várias metas prioritárias para o seu govêrno, sendo que a mais importante de tôdas é o equilíbrio orçamentário do município. E entre essas metas também se destaca aquela que se refere ao asfalto. Em seu primeiro ano de govêrno o prefeito Orestes Querela determinou medidas visando o asfaltamento de numerosas ruas públicas, além de praças, surgindo hoje Campinas como uma das cidades mais bem asfaltadas de todo o País, pois, verdade se diga, há muita rua em nossa cidade, situada em locais afastados do perímetro central, que possui êsse melhoramento público, sem que se faça referência iluminação pública, que já alcança locais distantes na zona rural.
 
REIVINDICAÇÕES DOS TRABALHADORES A MÉDICI
O sr. João Mário Medeiros, Delegado Regional do Trabalho, vai iniciar um exame minucioso do movimento realizado por 35 sindicatos da Guanabara para o envio de um memorial ao presidente Médici no dia 1 de maio, contendo reivindicações da classe trabalhadora. Argumentou que poderá haver implicações da iniciativa dos dirigentes sindicais com disposições, da Lei de Segurança Nacional, além da necessidade de exame do processamento da medida com vistas à hierarquia sindical. O Delegado Regional do Trabalho não quis fazer maiores revelações sobre o assunto, explicando que o assunto é muito delicado "e que qualquer precipitação poderá acarretar consequências desagradáveis para o próprio movimento.
 
SOLDADOS SUBSTITUEM CARTEIROS GREVISTAS EM NY
Mil soldados do exército norte-americano e 500 militares das forças aéreas partiram de Fort Dix com destino a Nova Iorque a fim de substituir os carteiros em greve. Um porta-voz da base indicou que tinham recebido do quartel general ordem de movimentar-se "com anterioridade". A partida dos mil soldados foi efetuada "sem explicações". Um porta-voz do exército em Fort Dix disse que a ordem procedia de instancias superiores e que os jornalistas deveriam dirigir-se à Casa Branca para qualquer informação complementar. Todavia, o porta-voz da Casa Branca, Zielger, declarou que não dispunha de qualquer informação sobre movimentos específicos de tropas.

Escrito por:

Do Correio