Publicado 25/03/2020 - 07h54 - Atualizado 25/03/2020 - 07h54

Por Da Agência Anhanguera

Comércio de Vinhedo: número de casos suspeitos na região chega a 654, até o fechamento desta edição

Leandro Ferreira/AAN

Comércio de Vinhedo: número de casos suspeitos na região chega a 654, até o fechamento desta edição

A Secretaria de Saúde de Nova Odessa apura a morte de um homem, de 96 anos, por suspeita de coronavírus. De acordo com a Pasta, o idoso tinha doença pulmonar crônica há anos e a família o levou pela manhã de ontem ao Hospital Municipal, após crise respiratória. O paciente morreu logo após dar entrada na unidade médica.
A família confirma a doença pulmonar e também garante que o idoso sempre apresentou os mesmos sintomas: tosse, febre e diarreia. “Ninguém da família apresenta sintomas da Covid-19 ainda, e temos quase certeza que não foi essa a causa da morte”, disse a porta-voz da família, cujo nome foi preservado.
Na Região Metropolitana de Campinas são 18 casos confirmados de coronavírus. Indaiatuba investiga duas mortes suspeitas. São dez registros em Campinas, três de Valinhos e um em Hortolândia, Jaguariúna, Paulínia, Americana e Holambra.
No caso do paciente em Nova Odessa, foi coletado material para exame e encaminhado ao Instituto Adolfo Lutz. A Secretaria frisou que a morte é considerada suspeita por conta da pandemia. Até a tarde de ontem, Nova Odessa tinha registrado cinco casos suspeitos, incluindo o do idoso falecido, um descartado e nenhum confirmado.
O idoso vivia com o filho e a nora na mesma casa. Ele também vivia com a mulher, uma idosa de 97 anos. Segundo a porta-voz, a nora e os netos do idoso, além da viúva, estão de quarentena há mais de uma semana, uma vez que os familiares estavam atentos sobre a pandemia e que nenhum deles apresentam sintomas do coronavírus. “Apenas o filho dele saía para trabalhar, mas ele tinha todo o cuidado antes de entrar na casa, até porque a esposa dele (idosa), de 97 anos, também está muito debilitada pela idade”, frisou. A comunicação entre a porta-voz e a família que morava com o idoso é feita por celular. Eles estão isolados. O enterro foi na tarde de ontem. Não houve velório e o caixão foi lacrado conforme determinação dos órgãos de saúde. Apenas os filhos do idoso acompanharam o enterro de máscaras e com toda a proteção sugerida.
Com a atualização, sobe agora para 654 o número de casos suspeitos do novo coronavírus na Região Metropolitana de Campinas (RMC). Os dados da reportagem foram atualizados até às 18h de ontem junto às prefeituras municipais. Por cidade, as suspeitas estão majoritariamente em Campinas, onde o número de casos representa aproximadamente metade dos registros da região. Ao todo, são 308 suspeitas da doença. Os municípios que mais se aproximam de Campinas nesse quesito são: Indaiatuba (79), Sumaré (67) e Valinhos (40). Indaiatuba
Na semana passada, autoridades de Indaiatuba abriram um processo de investigação para apurar a suspeita de uma morte pelo novo coronavírus na cidade uma mulher, de 42 anos, que apresentou problemas cardíacos e de diabetes, no Hospital Augusto de Oliveira Camargo.

Escrito por:

Da Agência Anhanguera