Publicado 21/05/2020 - 06h00 - Atualizado 20/05/2020 - 14h53

Por Do Correio

Velho mercado com os dias contados

Reprodução

Velho mercado com os dias contados

"CEASINHA" VEM AÍ. MERCADO COM OS DIAS CONTADOS
O mercado municipal, em plena zona central da cidade, construído em 1908, tem servido não só para o comércio varejista mas ali, na praça vizinha, em determinados dias da semana, há grande numero de transações por atacado. Em 1969, existe em Campinas cincoenta e nove estabelecimentos comerciais, operando em nível de mercado terminal e atacadista, empregando 5.421 empregados que percebiam um salário médio anual de três mil seiscentos e quarenta cruzeiros. A área total dessas firmas era de 960 mil metros quadrados, sendo que dela ocupada na estocagem de algodão em caroço das cooperativas e usinas locais. O Mercado Municipal assume em Campinas a dupla função de servir de ponto de referência para a concentração do comércio atacadista em alguns dias da semana e serve, cotidianamente como mercado varejista.
 
OBRAS DE BEETHOVEN E GOMES NO RECITAL DA ORQUESTRA
No Teatro "José de Castro Mendes ", aconteceu anteontem mais um concêrto da Orquestra Sinfônica Municipal, sob os auspícios da Secretaria de Educação e Cultura. Completamente lotado, o público presente teve oportunidade de ouvir um dos mais belos programas da orquestra, sob a batuta firme do maestro Luiz de Tullio.
A apresentação das peças foi feita pelo prof. José Alexandre dos Santos Ribeiro, de forma clara, concisa e sóbria, discorrendo rapidamente sobre o teor musical dos trabalhos de Ludwig van Beethoven, Sinfonia n. 5, opus 67, com três movimentos. Sant'Anna Gomes - Saudade - Melodia para cordas; Carlos Gomes - "Fosca", Sinfonia da ópera e "Lo Schiavo", fantasia.
 
AUMENTO DE IMPOSTOS NOS EUA PARA REDUZIR O DÉFICIT
O presidente Nixon - que tem de fazer frente ao mesmo tempo à inflação e o recesso - admitiu ontem, aqui, que suas previsões orçamentárias tinham saldado em pedaços. O primeiro mandatário norte-americano reconheceu que seu orçamento para o presente exercício fiscal traria um déficit de 1.800 milhões de dólares e que o do próximo, que começará no dia primeiro de julho. Será ainda de 1.300 milhões. Também anunciou, para o futuro, um aumento de impostos. Fato tanto mais significativo - na opinião dos peritos econômicos - quando Richard Nixon tinha prometido que os gastos seriam inferiores em 6.000 milhões de dólares aos ingressos, a fim de lutar contra a inflação.

Escrito por:

Do Correio