Publicado 29/06/2020 - 16h44 - Atualizado 29/06/2020 - 16h45

Por Divulgação


Reprodução

Desde o início do isolamento social, provocado pela pandemia de Covid-19, sair de casa tem sido recomendado apenas em caso de emergência. Logo no início da quarentena, serviços envolvendo documentação estavam sendo realizados apenas de forma online. Mas, com a flexibilização e abertura dos comércios e serviços, a concentração de pessoas nas ruas têm aumentado, assim como o risco de contágio e contaminação.
Criada para unificar e simplificar a obtenção de documentos, a Qualquer Doc contribui para que o isolamento social permaneça, sem abrir mão do cumprimento de necessidades burocráticas do dia a dia. Sendo assim, a startup localizada em Campinas convida seus clientes a respeitarem a quarentena, assumindo a busca por qualquer documento, em qualquer lugar, o que evita filas e aglomerações em cartórios e repartições públicas, por exemplo.
“Estamos no mercado há três anos e atuamos a nível nacional. Sabemos que a demanda por documentos se mantém neste período de quarentena, mas estamos aqui para salientar que é completamente possível resolver questões burocráticas pela internet, com muita praticidade e sem correr riscos”, comenta o sócio-diretor da lawtech, César Carvalho Filho.
O documento solicitado é enviado pelos Correios para a casa do requerente. A Qualquer Doc, que oferta a produção de provas judiciais, pesquisa patrimonial para execução e penhora, certidões, consultas, serviços e documentos diversos. A pesquisa cartorária (RI, RTD, RCPN, RCPJ, Tabelião, Tabelionatos e Junta Comercial) compõem a cartela de serviços.
César comenta ainda que, "como todo bom empresário e empreendedor, essa pandemia veio para evidenciar a importância do 'online' na vida das pessoas". Segundo ele, a empresa, que já nasceu no ambiente virtual da internet, assegura desburocratização e otimização do tempo de seus clientes.
Com o universo jurídico também adaptado a web, Carvalho Filho celebra o crescimento orgânico desde o último mês de março e a valorização das informações agilizadas pela startup campineira, que adotou permanentemente o modelo home office. "Apesar do cenário atual, estamos muito confiantes na continuidade do nosso crescimento no mercado", encerra.

Escrito por:

Divulgação