Publicado 21/06/2020 - 10h07 - Atualizado // - h

Por Kátia Camargo

O artista campineiro e grafiteiro Gustavo Nénao pintou um painel artístico em comemoração aos 50 anos da Unimed

Leandro Ferreira/AAN

O artista campineiro e grafiteiro Gustavo Nénao pintou um painel artístico em comemoração aos 50 anos da Unimed

Em tempos em que estamos com as emoções à flor da pele, e com um olhar mais atento aos detalhes, nos emocionando e nos afetando, ver um trabalho artístico ser produzido e eternizado num muro da Avenida Barão de Itapura, em Campinas, foi no mínimo inspirador. Pois foi isso que ocorreu há poucos dias quando o artista campineiro Gustavo Nénão, de 37 anos, que atualmente mora em Londres, proporcionou aos moradores de sua cidade natal ao ser convidado para fazer um painel artístico de street art no muro de aproximadamente 12 metros quadrados que compõe a fachada da sede II da Unimed Campinas. “Fiquei extremamente feliz de fazer parte desse projeto. Meu pai é médico cirurgião e a Unimed sempre fez parte da minha vida e da vida da minha família. Além disso, ter a possibilidade de deixar mais essa obra em Campinas é extremamente gratificante”, conta Nénão.
A obra é uma das ações previstas para celebrar os 50 anos que a cooperativa de médicos completa em 2020. O tema que inspirou o artista foi Novo Começo de Era, trecho da música de Lulu Santos Tempos Modernos que faz parte da campanha de celebração dos 50 anos da Unimed. “Acredito que o tema foi assertivo, pois marca o começo de uma nova era. Repensar o modelo de como estamos vivendo e o que de fato queremos deixar para as próximas gerações é algo fundamental. O trabalho busca retratar a possibilidade de semearmos um mundo melhor para todos. A obra em formato 3D traz imagens de mãos de crianças de diferentes etnias plantando sementes para a construção desse mundo melhor que tanto desejamos. Bem providencial para esse período que estamos vivendo de grandes transformações e que estamos sendo intimados a repensar todo nosso modo de vida e nosso olhar para o mundo”, diz.
Não é de hoje que as obras do artista reverberam pelo mundo, tanto que ele já morou em diversos países e possui projetos registrados em 39 deles. Nénão, que tem como característica marcante sempre falar sorrindo durante as entrevistas, consegue retratar em seu trabalho grandes temas que afetam a humanidade. “Acredito que a arte tem um poder transformador e nessa época de pandemia isso está muito potencializado. A arte tem sido fundamental para esse período de transformação que estamos passando, seja por meio de filmes, danças, telas. Ainda que distante, a arte nos ajuda a conectar com o que a vida tem de belo”, diz.
Por seu trabalho ser reconhecido mundialmente, o artista acabou sendo o primeiro brasileiro a ser convidado a participar de uma campanha Healthier America's Drink Up, um projeto da ex-primeira dama dos Estados Unidos Michelle Obama na luta contra a obesidade infantil com a proposta de incentivar hábitos mais saudáveis.

Viaduto Laurão
Em Campinas, o artista criou há dois anos um grande painel na estrutura do viaduto Laurão, no qual retratou a imagem da Catedral Metropolitana da cidade e o bonde que circulava pelas ruas do Centro até meados do século 20. Também desenvolve trabalhos para a famosa marca de carros McLaren. “Fico muito feliz de trabalhar com algo que sempre amei fazer; espero conseguir inspirar outras pessoas e mostrar que é possível sonhar e viver de arte, de algo que você acredita e que é seu propósito de vida”, conta.

Gustavo Nénão está só de passagem pela cidade. Mas ‘o cidadão do mundo’ com alma e coração campineiro deixará de presente mais um trabalho que pode ser visto por motoristas e pedestres que passarem pela avenida Barão de Itapura todos os dias. O trabalho do grafiteiro servirá de cenário para fotos e selfies a quem quiser registrar a inédita obra de arte urbana. A localização estratégica do painel criado pelo artista permitirá que sua criação seja vista e apreciada diariamente por milhares de pessoas. “Voltei para o Brasil para atender essa e outras demandas de trabalho em Campinas e na região. Assim que conseguir viajo de volta para a Europa pois já tenho outros compromissos de trabalho por lá”, diz.

Sobre Gustavo Nénão
Gustavo Nénão, 37 anos, é formado em Marketing e Publicidade pela PUC, mas se dedica à criação de obras de arte nas ruas há 26 anos. Radicado em Londres atualmente, ele desenvolve trabalhos pelas ruas desde 1994 e já apresentou seus grafites em galerias de diferentes partes do mundo. Possui também projetos registrados em 39 países da América, Europa e África.

Escrito por:

Kátia Camargo