Publicado 01/06/2020 - 15h01 - Atualizado 01/06/2020 - 15h02

Por Estadão Conteúdo


Divulgação

A fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo voltou a produzir nesta segunda-feira, 1º de junho, depois de dois meses em que a operação ficou suspensa por causa da pandemia do novo coronavírus. A empresa decidiu parar à época com a intenção de reduzir o risco de contágio entre funcionários, assim como as outras montadoras instaladas no Brasil. Além disso, a demanda por carros despencou e os estoques eram suficientes.
Agora, as seis fábricas da Volkswagen na América do Sul - quatro no Brasil (São Bernardo do Campo, Taubaté e São Carlos, no estado de São Paulo, e São José dos Pinhais, no Paraná) e duas na Argentina (Pacheco e Córdoba) - estão operando regularmente.
Todas estão em produzindo em apenas um turno.
A de São Bernardo, antes da pandemia, estava em ritmo de três turnos. A fábrica produz os modelos Nivus, recém-lançado, Polo, Virtus e Saveiro.
Segundo a Volkswagen, os funcionários que retornam à fábrica terão de seguir 80 regras e medidas que fazem parte do protocolo de segurança.
Os empregados da área administrativa continuam o trabalho remoto e voltarão de forma gradual em data a ser definida.

Escrito por:

Estadão Conteúdo