Publicado 16/10/2020 - 06h00 - Atualizado 15/10/2020 - 14h42

Por Do Correio

Calças compridas em tôdas as professoras

Reprodução

Calças compridas em tôdas as professoras

PROFESSORES TAMBÉM PODERÃO USAR CALÇAS COMPRIDAS
"Não vejo nenhum inconveniente. É só pedirem e autorizarei". É o prof. José Alexandre Ribeiro dos Santos, secretário da Educação e Cultura, da Prefeitura, que manifesta sua posição quanto ao fato das professoras municipais também poderem trabalhar de calça comprida, a exemplo de suas colegas do Estado e da Prefeitura de São Paulo. Para o titular da Pasta, basta que uma professora peça e todas serão autorizadas. "Apenas entendo que não deve partir de mim a medida, uma vez que desconheço se elas se interessam ou não. As funcionárias do setor administrativo, por exemplo, pediram e estão autorizadas valendo dizer que, durante o inverno, várias delas trabalharam de calça comprida. Vou mais além: considero a calça longa mais recatada do que certas mini-saias que se vê por aí". No ensino primário do município, até agora apenas as professoras de parques infantis é que usam calças compridas e isso já faz muito tempo.
 
PRIMEIRO CENTRO DE PRODUTIVIDADE DO PAÍS
O Brasil vai ter o seu primeiro Centro de Produtividade. Será construído na cidade de Campinas, em São Paulo, contando com recursos financeiros do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico (BNDE), da Universidade local e do Banco do Desenvolvimento do Estado de São Paulo. O programa da nova entidade em sua primeira fase prevê a realização de estudos e pesquisas com vistas a melhor formação especializada do elemento humano e o emprego de modernas técnicas no âmbito das empresas oficiais e privadas.
 
CRISE ECONÔMICA É SÉRIA NA ARGENTINA
O governo determinou hoje um feriado obrigatório de 48 horas em todas as casas de câmbio, em consequência da renuncia do ministro da Economia, Carlos Moyano Llerena. A demissão, apresentada e aceita ontem, provocou inquietação nos meios ligados à Bolsa e Câmbio. Existia a possibilidade de uma corrida nas operações que deviam se iniciar ao meio dia de hoje. O substituto de Moyano Llerana ainda não havia sido escolhido, mas os meios financeiros indicavam a possibilidade de uma modificação da política econômica seguida desde 1967, que propunha a estabilização econômica e a luta contra a inflação.

Escrito por:

Do Correio