Publicado 21/11/2020 - 19h56 - Atualizado 21/11/2020 - 19h56

Por AFP


O Atlético de Madrid venceu o Barcelona por 1 a 0, resultado que permite aos "rojiblancos" alcançar a Real Sociedad na liderança da LaLiga espanhola. Além disso o triunfo do time madrilenho complica a situação do Barça, que já está a 9 pontos da liderança.

A equipe comandada por Diego Simeone, única invicta no campeonato espanhol, venceu com um gol solitário do belga Yannick Carrasco pouco antes do intervalo, aproveitando uma tremenda falha do goleiro Marc André Ter Stegen.

Em um rápido contra-ataque do Atlético, o goleiro alemão se aventurou para interceptar a bola a cerca de 35 metros do gol. Carrasco o driblou com facilidade e só precisou chutar para o gol vazio.

A noite foi desastrosa para o Barcelona e não só por causa da derrota, mas porque seu zagueiro central, Gerard Piqué, deixou o campo chorando, supostamente com uma grave lesão no joelho, e terminou com 10 porque Sergi Roberto também se lesionou quando o técnico Ronald Koeman já havia feito todas as substituições.

"Tínhamos a bola, estava 0 a 0. Perdemos e eles fizeram o gol... Isso não pode acontecer. Como qualquer treinador, sou o responsável. Sabemos que temos que melhorar os resultados. A gente trabalha, procuro colocar em campo o melhor time à disposição em cada jogo", disse o treinador após o jogo.

Com esse resultado, o Atlético chega a 20 pontos, os mesmos da Real Sociedad, que visita o Cádiz (6º) no domingo, enquanto o Barça segue na zona intermediária, nove pontos atrás dos líderes.

Outro que ainda não decolou é o Real Madrid. Duas semanas depois de perder para o Valencia (4-1) e quatro dias antes de receber a Inter de Milão, o atual campeão espanhol perdeu dois pontos em sua visita ao Villarreal, com quem empatou em 1 a 1.

O atacante de origem dominicana, Mariano Díaz, que surpreendentemente foi escalado como titular, abriu o placar para o Real Madrid assim que o jogo começou, mas a equipe comandada por Zinedine Zidane foi se desligando do jogo com o passar dos minutos e o Villarreal acabou empatando com um gol de pênalti de Gerard Moreno no segundo tempo (75).

Com este empate, o Real Madrid continua em quarto lugar na classificação provisória (com 17 pontos em 27 possíveis), enquanto o Villarreal sobe para o segundo lugar com 19 pontos, apenas um atrás da Real Sociedad, líder, que no domingo visita o Cádiz (6º).

"Está claro que perdemos dois pontos. O empate não basta. Merecíamos muito mais hoje pelo jogo que disputamos. Isso me incomodou pelo esforço que os rapazes fizeram", declarou Zidane após a partida que teve desfalques significativos (Benzema, Ramos e Casemiro).

Após as críticas recebidas pelos maus resultados da equipe no início da temporada, Zidane garantiu aos jornalistas: "Tenho o mesmo entusiasmo do primeiro dia, não se preocupem com isso".

Também neste sábado, o Sevilla (7º) voltou aos trilhos com uma vitória por 4 a 2 em casa sobre o Celta (19º).

Jules Koundé (5), Youssef En-Nesyri (45+3), Sergio Escudero (85) e Munir (87) marcaram os gols dos atuais campeões da Liga Europa. Pelo Celta, marcaram Iago Aspas (10) e Nolito (36), dois ex-jogadores do Sevilla.

Mais cedo, Levante (17º) e Elche (7º) empataram em 1 a 1.

Escrito por:

AFP