Publicado 07/04/2021 - 18h38 - Atualizado 07/04/2021 - 18h41

Por Cibele Vieira/ Correio Popular

Seres de Luz usam bonecos de areia para levar reflexão e diversão ao público infanto-juvenil

Divulgação

Seres de Luz usam bonecos de areia para levar reflexão e diversão ao público infanto-juvenil

Um pequeno monte de areia e uma ampulheta sinalizam a história contada por bonecos (feitos de pano e areia) manipulados. Sem voz, mas com um gestual expressivo, eles contam histórias sobre a vida, o tempo, a arte e a amizade, sensibilizando o público infanto-juvenil. Essa é a trama do espetáculo Contos de Areia, que o grupo teatral Seres de Luz apresenta em curta temporada (dias 8, 9 e 10 de abril às 10h e às 15h) no seu canal do YouTube.
O espetáculo apresenta histórias independentes. Sem texto falado, a dramaturgia corporal utiliza-se de metáforas visuais para emocionar os espectadores. "Em Contos de Areia as cenas funcionam como espelhos da humanidade que desperta no público a capacidade de imaginar e de refletir", explica a diretora Lily Curcio. Ela e Eduardo Brasil são os manipuladores dos bonecos e responsáveis por incorporar emoção e divertimento por meio da linguagem gestual. Após cada apresentação, que tem 40 minutos, será realizado um bate-papo com os criadores do espetáculo.
[INTERTITULO]Novos seres
[/INTERTITULO]Esta temporada concretiza um antigo sonho do grupo: levar para novos espectadores um teatro de animação que é fruto do aperfeiçoamento ao longo dos 27 anos do Seres de Luz Teatro e das pesquisas em novas técnicas de teatro manipulação. Um dos resultados foi a descoberta dos "marionnette-sac" que são bonecos feitos a partir de sacos recheados de areia que, além de cativar o público, ajudam a explorar o lado cômico.
A areia, aliás, é o pilar da narrativa, conta a palhaça, diretora e atriz manipuladora Lily Curcio. Este elemento que se transforma e que molda foi também utilizado na confecção dos bonecos que ganham vida, movimentos e expressões. Nesta temporada o grupo terá o desafio de levar a apresentação para um público novo (infanto-juvenil) e para o público virtual, ampliando a visibilidade do trabalho do Seres de Luz.
A pandemia permitiu que os integrantes voltassem a estudar e pesquisar outras técnicas para criar novos espetáculos. Foi quando surgiu o interesse de se conectar com as crianças, na tentativa de levar alegria a esse público durante o período de confinamento. Foram necessárias muitas adaptações para criar um espetáculo on-line, o que envolveu desde dificuldades para compra dos objetos de cena, até todo contato com técnicos de luz e som, figurinistas e outros de forma não presencial.
A evolução da arte
Com 27 anos de trajetória, Seres de Luz Teatro, formado por Lily Curcio, foi fundado em 1994 em Búzios (RJ), junto com Abel Saavedra, a parceria durou até 2011. Atualmente o grupo, com sede em Campinas (SP), convida atores, atrizes e técnicos para participarem das montagens e turnês. O grupo já participou de diversos festivais nacionais e internacionais.
As pesquisas são desenvolvidas em duas linhas: o Universo da Palhaçaria e o Teatro de Animação. “Essas linguagens sempre foram o foco, buscando a excelência artística e técnica com a intenção de compartilhar com o público e outros artistas as possibilidades de transformações que estas artes oferecem”, conta Lily.
Desde o início do isolamento social, as apresentações passaram a ser on-line. Antes, os espetáculos eram apresentados em espaços convencionais e não convencionais, tanto a nível nacional como internacional. Sua arte já percorreu hospitais, comunidades, praças, campos de refugiados de Kosovo (Suíça), circos, populações de alto risco no Peru e outros. Essa trajetória permitiu colher experiência em diversos países na Europa, estudando novas técnicas.
O novo projeto é uma realização do Seres de Luz Teatro, com produção executiva de Wannys e Zivko (Arte & Efeito Produções Artísticas) e contemplado pelo edital emergencial ProAC (Expresso Lei Aldir Blanc).
Agenda
Espetáculo "Contos de Areia"
08/04 (quinta-feira) às 10h e 15h
09/04 (sexta-feira) às 10h e 15h
10/04 (sábado) às 10h e 15h
Exibição gratuita no canal do YouTube (somente nesses dias e horários)
www.youtube.com/seresdeluzteatro/

Escrito por:

Cibele Vieira/ Correio Popular