tamanho da letra: A-| A+


02/05/2012 16:02:19.000
Literatura brasileira de ficção

Um século de literatura brasileira de ficção. Este é o panorama que o escritor João Cezar de Castro Rocha apresenta nesta quarta no projeto Invenção do Contemporâneo, da CPFL Cultura. Por se tratar de um período grande para abordar, ele parte de dois romances de 1902,  que foram decisivos para a época: Canaã, de Graça Aranha, e Os Sertões, de Euclides da Cunha. Para o escritor, ambos são obras fundamentais para a cultura do Brasil, que ajudam a compreender a força que a ficção teve para pensar o país. A palestra avança até a década de 1990, mostrando as quatro correntes que, segundo Casto Rocha, foram as principais no período de 1902 a 1992: o empenho com a identidade nacional, o engajamento social e político, a preocupação com a linguagem e o cuidado em atrair o público leitor. Castro Rocha também vai ler trechos dos livros que considera emblemáticos de cada movimento. Nesta quarta, às 19h. Na quinta, no Café Filosófico, no mesmo horário, é a vez do bailarino e coreógrafo Ivaldo Bertazzo falar sobre o trabalho corporal. Na CPFL Cultura (Rua Jorge Figueiredo Corrêa, 1632, Chácara Primavera, fone: 3756-8000). Entrada franca.

Mais Noticias
enviada por Delma Medeiros

Nome:       E-mail: 
Quantidade de toques disponíveis:
Não divulgar meu e-mail   
Digite os caracteres que você vê na imagem
Imagem de Segurança