tamanho da letra: A-| A+


09/08/2012 23:14:41.000
Bate-Bola

Coluna Bate-Bola de 10/8/12

Um bom empate
A Ponte Preta conseguiu um ponto importante ontem à noite, no Majestoso. Se o 1 a 1 com o Sport foi um péssimo resultado, o 0 a 0 com o Grêmio precisa ser valorizado. A Macaca empatou com um adversário comandado por um treinador que tem cinco títulos brasileiros no currículo e que conta com jogadores do nível de Gilberto Silva, Elano, Zé Roberto e Kléber. Reservas como Léo Gago e Marquinhos seriam titulares em muitas equipes do País. Enfim, a Ponte enfrentou um adversário de muita qualidade, que briga pelo título e por vaga na Libertadores. Ao somar seu 20º ponto, a equipe de Gilson Kleina fechou a rodada na 9ª colocação, dentro da zona de classificação para a Copa Sul-Americana. Se manter nessa faixa da tabela pelo maior tempo possível é o desafio da Ponte. O ideal é chegar à reta final do campeonato com a permanência na Série A já garantida.

Um jogo bem disputado
Apesar da ausência de gols, o jogo foi muito bem disputado. O Grêmio começou melhor, muito agressivo, mas a Ponte aos poucos conseguiu controlá-lo e terminou o 1º tempo jogando melhor, com a intensa movimentação de Rildo, o jogador que mais problemas criou para os gaúchos. Na segunda metade da etapa final, a Macaca perdeu fôlego. Afrouxou a marcação, errou muitos passes e correu riscos. Mas o Grêmio não soube aproveitar e saiu de Campinas com o seu primeiro empate em todo o campeonato.

A frase
“Quando você paga 45 milhões de euros por um garoto de 19 anos, você tem que dizer que o jogo está ficando maluco.”

Do técnico do Manchester United, Alex Ferguson, sobre o investimento do
PSG para contratar o meia Lucas.

Os 16 Guaranis
Hoje é a vez do Guarani entrar em campo. Em sua 16ª partida na Série B, terá a 16ª formação diferente. Não é que Vadão não tenha conseguido escalar o mesmo time em dois jogos seguidos. Ele não conseguiu repetir nenhuma formação durante todo o campeonato, como mostrou o repórter Carlos Rodrigues na edição de ontem. É um dado que mostra o enorme grau de dificuldade que o Guarani tem enfrentado com as transações e lesões de jogadores importantes do elenco.

O 17º Guarani
Além das 16 formações já utilizadas por Vadão, um “17º Guarani” está sob cuidados do departamento médico ou em processo de recondicionamento físico. Só não dá pra escalar de 1 a 11 porque nenhum goleiro está em recuperação. Mas a lista tem três laterais (Cláudio Allax, Oziel e Bruno Recife), um zagueiro (Neto), um volante (Wellington Monteiro), quatro meias (Fabrício, Fumagalli, Danilo Sacramento e Renato Ribeiro) e três atacantes (Robinho, Bruno Mendes e Thiaguinho).

Olho nele
A novidade de hoje em relação à equipe que venceu o Guaratinguetá por 2 a 1 é o lateral-esquerdo Alex Barros. Será sua segunda partida pelo clube e o torcedor bugrino deve observá-lo com mais atenção. Em sua estreia contra o Atlético-PR, Alex se machucou após um choque com Maranhão. Seguiu em campo com a cabeça enfaixada, não estava se sentindo bem e pediu para ser substituído. Como Vadão não tinha opções no banco, ele teve que continuar na partida. No intervalo, Alex Barros tinha dificuldades para dar entrevistas porque ainda estava atordoado. Voltou para o 2º tempo e foi até o fim do jogo. Mesmo em condições tão adversas, achei que o ex-lateral do Botafogo de Ribeirão Preto fez uma boa partida. Foi seguro na marcação e ousado no apoio ao ataque. Vamos ver como se sai hoje diante do ASA.

Missão cumprida
Em dezembro, Usain Bolt disse, em entrevista à ESPN norte-americana, que sua meta era fazer coisas fantásticas na Olimpíada de Londres. “Esse é o meu foco. Quero que ao final das competições, as pessoas desliguem a TV e digam: ‘Isso aconteceu mesmo’?” Sua participação em Londres só termina amanhã (a Jamaica é favoritíssima ao ouro no revezamento 4x100m), mas sua missão já está cumprida.

Reações inúteis
O dia do Brasil ontem em Londres foi de reações tão espetaculares quanto inúteis. Diogo Silva (tanto na semifinal como na disputa do bronze) e a dupla Alison/Emanuel conseguiram adiar derrotas com lances espetaculares para, minutos depois, amargarem derrotas daquelas que são bem difíceis de se assimilar.

Números
34,6
MIL REAIS
por dia vai receber em média o meia Lucas no Paris Saint-Germain.

4,3
MIL REAIS
por dia recebe em média o meia Lucas em seu atual contrato com o São Paulo.

44,7
KM POR HORA
é a velocidade que Usain Bolt consegue atingir durante uma prova de 100m.

31,2
POR CENTO
de todas medalhas de ouro da Jamaica em 16 Olimpíadas são de Usain Bolt.

Mais Noticias
enviada por

10/08/2012 21:41:00      enviada por: Roberto
Vai subir sim... ele vai subir a avenida pra assistir os jogos da Ponte na série A... se preocupa em não cair para a série C... que é o que está mais perto de vocês nesse momento...

10/08/2012 09:26:00      enviada por: Luiz
Carlo, seria insano de minha parte não reconhecer que o DM tem atrapalhado o Vadão. A possibilidade do Fumagali em breve voltar foi a melhor noticia da semana. Porem ainda penso que o Vadão tá devendo muito. Talvez o Gersinho faça uma falta maior do que imaginávamos outrora. Alô Mingone, já deu o soco na mesa ? Tem que subir meu amigo....

Nome:       E-mail: 
Quantidade de toques disponíveis:
Não divulgar meu e-mail   
Digite os caracteres que você vê na imagem
Imagem de Segurança