Publicado 07/03/2019 - 13h52

Sentido da Vida

Você já se perguntou qual sentido a vida tem pra você? Como você usa a sua vida? Como uma joia preciosa ou simplesmente a desperdiça, como se vivesse uma vida eterna, como se fosse improvável que termine repentinamente, que  “a morte lhe  pegue no meio de uma dose de whisky”, como dizia Raul Seixas? 
Numa época de crises como é a nossa , onde o mundo parece estar sem sentido e sem corpo, em que quase tudo é virtual e não real, no estilo “cada um por si”, as pessoas perdem o contato e a convivência com os outros e não acreditam mais em nada. 
O autoconhecimento é o caminho para transformar essa cena. É a solução para não só resistir mas para existir com dignidade em a essa onda das fakenews, de escassez do tempo, com tecnologia mostrando continuamente a (des)conexão entre tudo e todos, de um jeito muito mais interdependente e complexo. Só com autoconhecimento é possível não cair na rede como um peixe, sendo engolido e manipulado pela máquina.
A máquina que agora conta com a ajuda das redes sociais, que parecem entretenimento parecem. Porque em uma visão mais profunda isto são tais como o enxerto do "mundo dos egos”, exigem de um modus operandi para que você tenha a impressão de ter amor e bajulação. 
E, assim, ditam o sentido da sua vida e o seu “estilo de vida”. 
Quantos mais “likes" ou “mais seguidores” , maior (e mais perigosa) é a falsa sensação de sentido para a vida. É uma impressão falsa e esvaziada porque tais conceitos nascem de um lugar vaidoso e narcisista, da  frieza e  da falta de afeto e sentido. E se você não se conhecer bem, tem chances maiores de se render à  essa filosofia fake, sem afeto e sem corpo, que lhe dirá o que deve pensar, sentir e fazer.
Como se autoconhecer e encontrar o real sentido da sua vida - que nada tem a ver com o que é estimulado nas redes sociais? Com a ampliação de sua consciência sobre o funcionamento da vida e do que estimula você a viver. 
Muitas vezes fugimos desta ampliação da consciência porque isto nos leva a responsabilidade de amadurecer as relações e de  desenvolver novos recursos e novas competências. E essa escolha é decisiva. 
Só assim será possível ir além das referências ditadas pela a mídia, deste lugar dependente de aprovação e likes. Desviando deste constante coletivo tóxico, despejado em doses diárias nas timelines, que incitam o medo de não pertencimento e solidão, influenciando o "como" sentimos e usamos a nossa vida na atualidade.
 
É fundamental crescer, se estruturar , se organizar e se apropriar do seu espaço e tempo para poder se localizar e definir seu território, ter identidade própria, ter a potência para se mover em direção ao seu Saber, o sentido que a vida tem pra você. 
O sentido da vida intercepta uma potência que nasce no psicocorporal inteligente e vem desde a vida intrauterina até o seu momento no aqui e agora.
O fenômeno da vida sob a ótica complexa da biologia e do desenvolvimento neuro- afetivoemocional, pede para subir em evolução, intercepta uma potência  que parte da vida intrauterina até o aqui agora. O sentido da vida portanto precisa de um corpo para ser sentido e saboreado e de uma inteligência psicocorporal  cognitiva. 
A palavra “saber” vem do latim, da palavra “sentir", que vem da palavra "sabor". Logo, não há Saber sem Sentir e não há Sentir sem Sabor!
Partindo disso pode-se perguntar: “qual sabor da sua vida?” . E a partir daí encontrar ou transformar o sentido que você dá para a sua existência. E não o sabor amargo que dão para ela.
Histórico
Sentido da Vida
Não é trabalho de formiguinha, é de ser humano mesmo!
A verdade , a bondade e a beleza: a evolução da vida
SUCESSO E FRACASSO
Transformação dos padrões
Gratidão
BELEZA PURA
A pele e a casa que você habita
OS 3 AGÁS QUE LEVAM A ALEGRIA DE VIVER
Ele, ela, nós - Todo ser é um livre sapiens
NO MESMO BARCO
VOCÊ OU EU? ELES OU NÓS?......VOCÊ E EU, ELES E NÓS... EIS A QUESTÃO?
Pais. Gratidão
A simplicidade é a nobreza
Eu saúdo você
O consumismo e a saúde mental
Gentileza_ sendo humano
Empatia_da moda para a vida
Depressão
A vida é bela (até quando não parece)
PRA QUE SER IGUAL?
Essa não é uma carta de amor qualquer
O que será que nos espera hoje?
QUAL COMBUSTÍVEL MOVE A SUA VIDA?
O drama de todos nós!
EQUÍVOCOS DA MODERNIDADE: POSTO, LOGO EXISTO. SIGO, LOGO SOU
PAUSA, POR FAVOR
Comunicar é preciso
PARE DE TOMAR A PÍLULA (versão 2018)
A BOA E VELHA FRUSTRAÇÃO: CAUSAS E EFEITOS POSITIVOS DA SENSAÇÃO MAIS EVITADA ENTRE OS JOVENS
A ERA DAS DIETAS - E A DIETA PARA A NOSSA ERA
PORQUE (TAMBÉM SABEMOS) DAR TEMPO AO TEMPO
DAR TEMPO AO TEMPO___ E ÀS NOSSAS CRIANÇAS
DAR TEMPO AO TEMPO
EU , VOCÊ, ELES, ELAS, TODOS NÓS, SEMPRE - E o retorno da potência feminina como exemplo de resgate , reconexão e expansão para o mundo
EU , VOCÊ, ELES, ELAS, TODOS NÓS, MAIS UMA VEZ
EU, VOCÊ , ELES E ELAS, TODOS NÓS
A VIDA AFETIVA, O DESEJO E O CORPO
Por 313 dias de prazer e responsabilidade
Saúde e felicidade
Fase oral
O CORPO EM QUE EU HABITO: OUVIR E ESCUTAR
A família do século XXI
Boca a Boca!
Tempo é rei!
OLHOS :a janela da alma ?
ONDE TUDO COMECOU...
Encontros reais no mundo contemporâneo
Oralidade e Sexualidade
Sustentabilidade emocional e afetiva
A pele que eu habito: tato e contato
Online & Offline
Distúrbio borderline: emblema de nossa época
Seu corpo, sua casa
Publicidade