1. Você está aqui:  
  2. Home
  3.  > 
  4. notícias
  5.  > 
  6. Campinas e RMC

Homem que deixava mulher ser estuprada é achado morto


O homem acusado de estuprar e deixar que amigos estuprassem sua esposa, estava sozinho na casa


02/11/2011 - 12h28 . Atualizada em 03/11/2011 - 09h42
Alenita Ramirez   DA NOTÍCIA JÁ  
Compartilhar


Crime ocorreu em uma região de chácaras no bairro Parque Imperador, em Campinas
(Foto: Google)

O pedreiro Carlos Roberto Vellido, acusado pela própria mulher de abusá-la sexualmente e de permitir que seus amigos também fizessem o mesmo, foi achado morto com um tiro na cabeça na noite de terça-feira (1/11), dentro da casa do casal, no Sítio São José, no Parque Imperador, em Campinas.

O caso foi registrado como suicídio, mas a família suspeita de homicídio. O caso aconteceu quase 12h depois da mulher, uma dona de casa de 30 anos, ter denunciado a suposta violência na Delegacia da Defesa da Mulher (DDM).

O corpo foi achado por um irmão dele, por volta das 20h30, e estava parte sobre a cama, o pé direito debaixo do móvel e o esquerdo dobrado, como se estivesse sentado. A arma, um revólver 38 com um cartucho íntegro, foi achada sobre o seu tórax, segura pela mão direita.

Duas munições foram achadas deflagradas. O caso será investigado pelo 4º Distrito Policial (Taquaral) e também acompanhado pela DDM.