1. Você está aqui:  
  2. Home
  3.  > 
  4. notícias
  5.  > 
  6. Campinas e RMC

Mulher atropelada por ônibus fica cerca de 4 horas no local


Segundo informações do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), uma unidade de resgate foi para o local para os primeiros socorros


03/11/2011 - 10h59 . Atualizada em 04/11/2011 - 09h35
Portal RAC    
Compartilhar


A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu
(Foto: Portal RAC)

Quatro horas depois do acidente, o corpo da mulher que foi atropelada por um ônibus da linha 333, na Avenida Moraes Salles, no Centro de Campinas, foi retirado pela Setec, assim que a Polícia Técnica realizou a perícia. O atropelamento aconteceu às 10h45 desta da manhã desta quinta (3). O acidente aconteceu entre as ruas José Paulino e Regente Feijó, bem em frente ao posto da Guarda Municipal de Campinas (GM). Segundo informações do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), uma unidade de resgate foi para o local para os primeiros socorros, mas a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu. Uma equipe do Corpo de Bombeiros também foi acionada. Segundo informações da Polícia Militar (PM), a vítima, que estava sem identificação, era uma conhecida moradora de rua da região central da cidade. 



A vítima teria atravessado a avenida fora da faixa de pedestre conseguindo desviar de um carro quando entrou na faixa preferencial de ônibus, segundo relato da cobradora do coletivo, Adriana Santos Soares, 29 anos. O condutor, que não quis falar com a imprensa, não conseguiu frear e acertou a mulher, que bateu a cabeça no parabrisa do veículo. 

A equipe do Corpo de Bombeiros chegou no local com a vítima ainda viva e tentou, sem sucesso, uma massagem cardiopulmonar. Segundo a assessoria de imprensa da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), o trânsito no local apresentou lentidão, com reflexos no Viaduto Cury. Agentes de mobilidade estiveram no lugar para auxiliar os motoristas.

As informações iniciais passadas ao Portal RAC identificavam a vítima como sendo um homem.