1. Você está aqui:  
  2. Home
  3.  > 
  4. notícias
  5.  > 
  6. Campinas e RMC

Instalação de radares é motivo de protesto em Monte Mor


Organizada nas redes sociais pelo movimento Acorda Monte Mor, a manifestação teve como objetivo exigir que o governo municipal apresente os estudos que definiram a necessidade da instalação dos equipamentos


19/05/2012 - 14h54 . Atualizada em 19/05/2012 - 15h02
Adriana Leite   DA AGÊNCIA ANHANGUERA  
Compartilhar

Moradores protestam contra a instalação de radares
(Foto: Érica Dezonne/AAN)
Moradores protestam contra a instalação de radares
(Foto: Érica Dezonne/AAN)

Indignados com a quantidade de radares instalados pela Prefeitura de Monte Mor em ruas e avenidas da cidade, 200 pessoas protestaram na manhã deste sábado (19) na região central do município. Organizada nas redes sociais pelo movimento Acorda Monte Mor, a manifestação teve como objetivo exigir que o governo municipal apresente os estudos que definiram a necessidade da instalação dos equipamentos. Os manifestantes percorreram as principais vias públicas da região. 

Os participantes afirmaram que não são contra a colocação de fiscalização eletrônica nas ruas, mas eles alegaram que a quantidade seria absurda e que não há sinalização dos radares. Os organizadores do movimento afirmaram que a instalação dos equipamentos foi intensificada este ano, sem que o assunto fosse discutido com a população. 

Uma das organizadores do encontro, a professora de história, Cintia do Amaral Dias Baptista, comentou que a manifestação de ontem foi a primeira de muitas outras que o grupo está articulando para este ano. 'O Acorda Monte Mor quer discutir questões que são importantes para a cidade, como o descaso com a saúde pública. A primeira manifestação foi acerca dos radares. A população quer que a Prefeitura apresente o estudo que definiu os locais, a quantidade e a velocidade determinada. Essa é uma exigência em lei nacional' , disse. 

O comerciante, José Alceu Pereira de Sousa, reclamou da fiscalização eletrônica. 'Não há sinalização. A velocidade em muitos pontos é de 30 quilômetros por hora e há um excesso de equipamentos. Há ruas nas quais foram colocados um radar em cada esquina' , disse. Ele foi multado três vezes e teve que desembolsar mais de R$ 570,00 para pagar as penalidades. 

O calheiro, Fábio Campos, afirmou que é um absurdo o número de radares que foram instalados neste ano na cidade. 'Na cidade moram muitos sitiantes que nem sabem como funciona uma fiscalização de radar. Esses motoristas vêem o equipamento e freiam bruscamente. Já foram registrados acidentes em decorrência dos radares' , comentou.