1. Você está aqui:  
  2. Home
  3.  > 
  4. notícias
  5.  > 
  6. Campinas e RMC

Motorista morre em acidente na Avenida Marechal Rondon


Carro seguia sentido Centro/bairro e ficou sem controle em uma curva: esposa da vítima está internada


09/09/2012 - 16h53 .
Alenita Ramirez   DA NOTÍCIA JÁ  

Avenida onde ocorreu o capotamento do carro
(Foto: Google)

Fernando Rutigliano, de 34 anos, morreu na madrugada deste domingo (9) após capotar seu carro, um Nissan March, na Avenida Marechal Rondon, no Jardim Chapadão, em Campinas.

Ele estava na companhia da mulher, a manicure Raimunda Daniela dos Santos Leite, de 28 anos, que fraturou um dos braços e foi socorrida pelo resgate do Corpo de Bombeiros ao Hospital Beneficência Portuguesa onde ficou internada em estado estável. Ela não corre risco de morte.

O acidente foi à 1h39 em uma curva no sentido Centro/bairro. Segundo a polícia, Rutigliano perdeu o controle da direção atravessou para o outro lado da pista e capotou.

A polícia não sabe as razões que o levou a perder a direção, mas acredita-se que ele estava em alta velocidade. O casal morava no bairro Padre Manoel de Nóbrega.

A reportagem tentou contato com a família, mas ninguém foi localizado para comentar o caso e tampouco informar o local e horário do enterro.

BANDEIRANTES

Na tarde de sábado, cinco pessoas de uma família ficaram feridas quando passavam pela Rodovia dos Bandeirantes, em Campinas. Todos foram socorridos, sendo que duas delas tiveram lesões mais graves e foram internadas no PS Mário Gatti, mas não correm risco de morte.

Segundo as vítimas, o grupo seguia num Palio com placas de Guarulhos quando foi forçado sair da faixa em que estava por um Uno em alta velocidade. Ao tirar o Palio para a outra faixa da via, o motorista perdeu o controle e capotou. O motorista do Uno negou que tenha pressionado o motorista do Palio a sair da via. Ele nada sofreu.

EMBRIAGADO

Também na tarde de sábado (8), um ajudante de 22 anos perdeu a direção do seu carro, um Kadett e bateu contra dois carros - um Cruze zero e um Santana - que estavam parados na Rua Engenheiro Mongue Cevic, do Parque Jambeiro, em Campinas.

No Cruze havia uma família - o casal e dois filhos pequenos. A mulher e as crianças sofreram lesões e foram socorridas pelo Bombeiros ao Hospital Beneficência Portuguesa, onde foram medicadas e liberadas.

O Cruze foi arremessado contra o Santana onde não havia ninguém - o dono estava na casa de um cunhado. O ajudante nada sofreu. Segundo a polícia, ele estava embriagado e se recusou a fazer exames para comprovação.